Realizado anualmente pela Cultura Inglesa, o 23º Cultura Inglesa Festival acontece em São Paulo entre os dias 24 de maio e 16 de junho e traz uma programação especial que promete uma experiência multicultural e multidisciplinar inteiramente gratuita.

Nesta edição, a programação de cinema apresenta três recortes da sétima arte: filmes temáticos, obras contemporâneas e curtas-metragens, com duas obras inspiradas na cultura britânica e produzidas pelo edital público da Cultura Inglesa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Dentro da mostra “Curtas-metragens” um dos destaques fica para “Antes que seja tarde”, de Leandro Goddinho, da produtora Cinema Pósgenero, que traz a história de dois jovens que, trancados em um quarto de hotel, decidem mudar o rumo de suas vidas.

A dupla Cauê & Julian do curta LGBT “Antes que seja tarde”

Inspirado na música “I’m your man” do cantor britânico George Michael, que por anos sofreu de depressão por ser obrigado a esconder sua sexualidade do grande público, “Antes que seja tarde” apresenta a história de Cauê & Julian, dupla de famosos cantores sertanejos, ídolos Pop-Teen do momento que, para manter o status de “sex symbols”, são forçados pelo empresário a viver uma vida regada de mentiras. Os personagens encontram no quarto de hotel o único lugar em que se sentem seguros e podem expor suas angústias e verdadeiros sentimentos. A trama mostra que, em meio a essa opressão e ao contexto político em que vivem, eles precisam declarar o seu amor para todos, como um ato de resistência e liberdade, antes de que seja tarde.

A dupla Cauê & Julian do curta LGBT “Antes que seja tarde”

‘Uma pesquisa do Reino Unido mostra que a comunidade LGBTQ+ tem seis vezes mais probabilidade de suicídio. A ansiedade, o pânico, a depressão, são doenças que surgem a partir dessa opressão que atinge principalmente os jovens. Por isso ‘Antes que seja tarde’ é uma história de amor”, revela Leandro Goddinho, diretor do curta.

“O filme se contextua nesse cenário político mais recente, quando vimos a população LGBTQ+ com muito medo, se sentindo muito acuada com a opressão, agressão e violência que estava sendo espalhada no Brasil. E também vimos uma onda de amor em resposta a isso, muitos amigos se casando antes do ano virar para poder estar junto. Essa onda conservadora faz com que as pessoas se posicionem para o mundo como ato político, e o amor é um ato político. Por isso, ‘Antes que Seja Tarde, devemos expressar os nossos sentimentos um ato de resistência e liberdade”, explica.

Outro curta que faz parte da programação, “Vitorianna” conta a história de Anna, uma fantasma adolescente da era vitoriana que abandona a rotina entediante de mais de um século morando sozinha em um sótão para viver em terras tropicais. Dirigido por Gabriela Capello, com produção executiva de Daniel Pech, com um humor dark, o filme traz o não-lugar do adolescente e uma mensagem positiva do sonhar.

Cena do curta “Vitorianna”

A curadoria de curtas-metragens é composta pela produtora e sócia da bigBonsai, Deborah Osborn, o diretor executivo e artístico do MixBrasil e membro frequente do júri de festivais como Cannes e Berlinale, João Federici; e Sidney Santiago, ator, pesquisador, diretor e militante do teatro brasileiro. As exibições acontecem no dia 04 de junho no Instituto Moreira Salles, seguida de bate-papo com os diretores.

Para mais informações sobre o 23º Cultura Inglesa Festival acesse o site http://www.culturainglesasp.com.br/cultural

Serviço – Mostras de Cinema do 23º Cultura Inglesa Festival

Entrada Gratuita – Mostra Curta-Metragens
Data: 04 de junho às 20h
Local: Instituto Moreira Salles – Av. Paulista, 2424, Consolação, São Paulo/SP
Entrada gratuita: Retirada de ingressos 1 hora antes do início da sessão (sujeito a lotação)