De influenciadores digitais a importantes nomes da literatura nacional, a lista de participantes da 19ª edição Bienal do Livro do Rio aposta na diversidade de vozes e posicionamentos.  As pautas LGBT+ serão muito abordadas no evento e diversos escritores que fazem parte do movimento estarão presentes para divulgar seus livros, além de participarem do Café Literário e na Arena #SemFiltro. 

No Café Literário, espaço dedicado ao debate entre autores e o público sobre temas diversos, João Silvério Trevisan (Companhia das Letras) e Tobias Carvalho (Record) vão falar sobre diversidade. Trevisan é conhecido por sua dedicação à literatura LGBTQA+. Autor de mais de dez livros e vencedor de diversos prêmios, fundou em 1978 o “Somos”, primeiro Grupo de Liberação Homossexual do Brasil, e ainda na década de 1970, foi um dos editores- fundadores do mensário Lampião da Esquina, o primeiro jornal voltado para a comunidade homossexual brasileira. No ano passado, ele lançou o livro “Devassos no Paraíso”, que fala sobre a homossexualidade no Brasil da colônia à atualidade.

João Silvério Trevisan

Devido ao sucesso da mesa LGBTQA+ em 2017, o tema será discutido novamente, desta vez com mais amplitude na Arena #SemFiltro. Vários livros, que falam do universo LGBTQA+, HIV, romances, contos e poesia, pretendem criar um ambiente de troca com o público e os autores que poderão falar o que os motivou a escrever cada obra e o que pensam sobre a importância da literatura LGBTQA+ para a construção de uma sociedade mais diversa e plural.

A mesa “Literatura Arco-Íris” terá como mediador Felipe Cabral, cineasta, escritor e ator que lançou recentemente o livro “40 anos esta noite”, pela Editora Giostri. Participam do debate Lucas Rocha (Record), Vitor Martins (Globo Alt), Igor Pires (Globo Livros), Thati Machado (Editora Rico), Vinícius Grossos (Faro Editorial) e Pedro HMC (Planeta). Todos os participantes têm títulos que estarão à venda na Bienal.

Outra mesa vai abordar o tema “Literatura Trans”. Felipe Cabral mediará mais uma vez a conversa que vai reunir Luisa Marilac (Record), Nana Queiroz (Record), Thammy Miranda (Best Seller), Tarso Brant (Alto Astral), Natalia Travassos (Zahar) e Amora Moira (Hoo). É a primeira vez que a Bienal do Livro Rio tem um espaço para o debate apenas do tema trans.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Luísa Marilac

Marilac e Nana vão aproveitar a Bienal do Livro Rio para divulgar o recém-lançado “Eu, Travesti”. As páginas contam a trajetória de superação de Luisa; da infância pobre no interior de Minas Gerais à suíte de um grande jogador de futebol na Itália. Escrito em parceria com a escritora Nana Queiroz, autora do best seller ‘Presos que menstruam’, o livro lança luz sobre uma realidade invisibilizada pelo preconceito.

Mais do que nunca, esta edição da Bienal do Livro Rio mostra seu caráter inclusivo e que o evento é para todas e todos!

Destaques LGBTs da programação Bienal:

  • 30/08, 19h –  “Entre mídias, telas e livros” com Rachael Lippincott
  • 06/09, 18h –  “Cartas pra Pepita” com PepitaA Pepita estará presente no evento para o lançamento do “Cartas pra Pepita”, além de realizar momento de autógrafos no estande da editora Monocó.
  • 06/09, 16h – Sessão de autógrafos com  Guigo Kieras – Haverá uma sessão de autógrafos do livro recém-lançado Bicha Pare” no Pavilhão Verde, rua P número 83.
Guigo Kieras
  • 07/09, 17h – Diversidade, substantivo plural” com João Silvério Trevisan, Jaqueline Gomes de Jesus e Tobias Carvalho
  • 07/09, 11h – “Feminismo X Machismo” com Spartakus Santiago, Mel Duarte e Ellora
  • 07/09, 19h – “Literatura Arco-Íris” com Pedro HMC, Felipe Cabral e terá a presença de Lucas Rocha, Vitor Martins, Igor Pires, Thati Machado, Vinicius Grossos
  • 08/09, 19h – “Literatura Trans”  com  Luísa Marilac, Nana Queiroz, Thammy Miranda, Tarso Brant, Natalia Travassos e Amora Moira
  • 08/09 – Sessão de autógrafos com  Luísa Marilac

A Bienal ocorre entre 30 de agosto e 8 de setembro nos pavilhões do Riocentro, na Barra da Tijuca. Ingressos e programação completa da Bienal: clique aqui