Casal gay é agredido por andar de mãos dadas ao voltar de Parada LGBT de Miami

0
179

Um casal gay voltava de mãos dadas da Parada LGBT em Miami no último domingo (8) por volta das sete da noite, quando foram surpreendidos por um grupo de quatro homens que começou a xingá-los e agredí-los do nada, deixando um dos dois inconsciente no chão e ambos com machucados pelo rosto e pelo corpo.

Segundo o jornal The Miami Herald, tudo começou quando um ouviu o xingamento “Maricon!”, ou “Bicha!” em espanhol logo antes do ataque começar. O momento foi gravado em vídeo por câmeras de segurança da região e pode ser visto abaixo (ou no site deles):

Foi o cidadão Helmut Muller, sentado por perto do local, que notou a movimentação estranha e correu intervir para ajudar o casal: “Foi muito rápido! Se eu não chegasse, eles poderiam ter matado o casal, literalmente”, disse Muller à imprensa. Ele é hétero, mas fez questão de correr para defender o casal: “Não posso concordar com isso. Não importa se você é gay ou hétero, todos devemos nos respeitar!”.


Vídeo novo:



Uma das vítimas do casal falou à reportagem do canal NBC6 sobre o ocorrido:

“Talvez a maneira como nos vestimos ou nos comportamos andando de mãos dadas tenha incomodado eles? Não sei, mas não há dúvidas que seja um crime de ódio”.

A polícia de Miami está investigando o caso para descobrir a identidade dos agressores que eram quatro ao todo, com idade entre 19 e 24 anos.


Veja também:

Comentários: