Top 10 filmes LGBT

0
302

Domingo é dia de fazer pipoca, de ficar deitado no sofá favorito ou nem sair da cama! Domingo é dia de fazer maratona e assistir aqueles filmes que a gente não viu no cinema.

Filmes e séries que retratam a realidade LGBT são cada vez mais comuns, inclusive dentre as produções brasileiras. E há títulos excelentes surgindo a todo momento. Atualmente, a Netflix ainda não conta com um grande número de longas sobre o tema em seu catálogo, mas existem alguns maravilhosos que você não pode deixar de assistir. Então confira aqui uma lista dos meus filmes preferidos no momento:

 


Vídeo novo:



Boys – Sieger (Gijs Blom) é um atleta de 15 anos de idade, em fase de treinamento para uma competição de revezamento. A rotina é alterada pela chegada de um novo membro da equipe, Marc (Ko Zandvliet). Os dois descobrem interesses em comum e se tornam amigos próximos, até perceberem que possuem sentimentos um pelo outro. Sieger tenta esconder a sua atração, mas logo descobre que seu amor é grande demais para ficar em segredo.

 

Elena Undone – Com uma boa dose de drama, sexo, paixão e romance, “Elena Undone” combina com o encanto de se apaixonar pela primeira vez e a realidade do compromisso de um relacionamento. Elena, mãe e esposa de um pastor anti-gay que nunca experimentou o amor verdadeiro conhece Peyton, uma escritora lésbica. Elena se sente presa em um casamento sem amor, tentando aceitar a natureza e a magnitude de seus desejos. Apesar da mútua atração, Peyton tem receios em se envolver com Elena.

 

Dream Boat – Uma vez por ano o Dream Boat parte em uma viagem marítima pela costa do Mediterrâneo. é o único cruzeiro para homens homossexuais na Europa. Mais de 2.500 passageiros aguardam sua partida. Entre eles estãi cinco homens de cinco países diferentes que escapam das suas vidas cotidianas, longe de restrições familiares e políticas. Eles parecem ter encontrado o paraíso, até que suas histórias pessoais vêm à tona e o processo de auto-aceitação começa.

 

Floating! – Katha (Julia Becker) e Jana (Anna König) possuem um longo relacionamento e estão prestes a se casar. Uma das certezas do casal é o desejo de ter um filho. Em uma viagem com amigos e o irmão, Katha decide convidar o futuro doador de espermas do casal, Enquanto isso, a noiva que permaneceu em Berlim recebe uma visita inesperada.

 

 

Beira-mar – Durante o inverno, dois jovens viajam ao litoral gaúcho. Martin precisa visitar parentes distantes. Tomaz aceita acompanhá-lo nessa jornada, aproveitando a oportunidade para se reaproximar do amigo. Os dois passam os dias imersos em um universo próprio, expostos à estranha distância que surgiu entre ele e Tomaz. Alternando entre reflexões sobre suas vidas e sua amizade, os garotos se abrigam em uma casa de vidro, à beira de um mar frio e revolto.

 

Strike a Pose – Na década de 1990, sete jovens dançarinos se juntaram a mais controvesa turnê da cantora Madonna. Na época, a jornada foi registrada no documentário Na Cama com Madonna. Auto-proclamada “mãe” dos seis dançarinos gays e mais um hétero, Madonna usou o filme para se posicionar sobre os direitos dos gays e da liberdade de expressão. Os dançarinos se tornaram símbolos de orgulho, inspirando pessoas a se desafiarem a serem elas mesmas. Vinte e cinco anos depois, eles compartilham suas histórias de vida durante e depois da turnê.

 

Meu nome é Ray – Ray (Elle Fanning) nasceu mulher, mas nunca se identificou com o gênero e se prepara para fazer a cirurgia de transgenitalização. Sua mãe, Maggie (Naomi Watts), tenta encontrar a melhor forma de lidar com a questão, mas a avó homossexual de Ray, Dolly (Susan Sarandon), recusa-se a aceitar a resolução e cria um conflito familiar.

 

Game Face – “Game Face” mostra a busca da auto-realização de atletas LGBT e a aceitação na sociedade. O filme acompanha os atletas durante o seu processo e lança luz sobre os obstáculos que os jogadores de esportes LGBT lidam durante toda a sua carreira.

 

 

Viva – Jesus (Héctor Medina) é um garoto cubano de 18 anos tentando descobrir sua identidade. Incerto sobre o seu futuro, ele faz a maquiagem em um clube de drag queens de Havana onde sonha em ser um performer. Quando finalmente tem a chance de subir no palco, ele é agredido pelo pai, Angel (Jorge Perugorría), um ex-boxeador ausente da sua vida por 15 anos após ter sido preso. Perante o conflito entre os dois, eles lutam para entender um ao outro.

 

4TH Man Out – Adam (Evan Todd), Chris (Parker Young), Nick (Chord Overstreet) e Ortu (Jon Gabrus) são melhores amigos desde a infância. Adam é mecânico e decide contar para os amigos que é gay. A notícia é inesperada e demora um tempo para que os outros saibam lidar com a situação. Até que Chris toma a frente da situação e decide ajudar o melhor amigo a encontrar um namorado.

 


Veja também:

Comentários: