Suécia pode reconhecer legalmente um terceiro gênero: o transgênero

0
6

A Suécia está analisando como reconhecer legalmente um terceiro gênero e permitir passaportes neutros. O governo sueco realizou um estudo para poder avaliar e melhorar o bem-estar da comunidade transgênero do país. O relatório propõe a criação de um terceiro gênero jurídico, seguindo as diretrizes do que está sendo feito na Alemanha.

A ministra dos Assuntos Sociais Annika Strandhäll, recebeu na semana passada um relatório de quase mil páginas sobre as medidas recomendadas para melhorar as condições de vida das pessoas trans. O documento teve como objetivo investigar como as pessoas trans são afetadas pelas normas cis e hétero da sociedade.

Uma má saúde mental e um elevado risco de suicídio de pessoas transgênero foram citados em investigações anteriores. 60% das pessoas trans entre 15 e 19 anos consideraram tirar a vida em algum momento do ano passado, enquanto 40% tentaram suicídio. “Os jovens trans são um grupo onde as tendências suicidas aumentaram de forma especialmente clara e não podemos aceitar isso”, disse a ministra Annika Strandhäll, ao site Pink News.

(continua abaixo)

Vídeo novo:



Com base nos dados apresentados foram feitas propostas que incluem uma opção neutra em termos de gênero nos documentos oficiais e passaportes suecos, seguindo os padrões da Nova Zelândia, Alemanha e Canadá.  Também foi recomendado um financiamento do governo para projetos voltados para o desenvolvimento de ambientes trans-inclusivos. E o Conselho Nacional de Habitação, Construção e Planejamento vai estudar a viabilidade de se criar banheiros públicos neutros para gênero.

 

VEJA TAMBÉM:

Comentários: