Site vai pagar usuários para assistir pornô

0
85
Publicidade

Com a nova onda do bitcoin, muita gente vem tentando novas maneiras de investir no mercado eletrônico e virtual. Stuart Duncan é uma destas pessoas. Ele é o CEO de uma empresa chamada Vice Industry Token, do Vale do Silício.

Notando quanto tempo as pessoas passam assistindo pornô na Internet, ele teve a ideia de criar uma nova tecnologia que pague ao menos o tempo destas pessoas. A ideia é que as pessoas transformem o tempo de acesso ao pornô em pontos para trocar por descontos em sexshops, revistas e até ganhando acesso ou desconto em sites pornôs pagos. O dinheiro viria dos próprios parceiros interessados em divulgar seus serviços a quem está assistindo, ou mesmo em publicidade durante os vídeos, com o consenso do usuário que receberia uma porcentagem disso.

(continua abaixo)


Vídeo novo:



Em uma segunda etapa, o bitcoin seria convertido em dinheiro de verdade a ser depositado na conta dos usuários.

Falando ao GayStarNews, Duncan explicou: “Usar esta tecnologia é revolucionário pois permite não apenas quem cria, mas também quem assiste. A princípio você ganhará bitcoins por consumir o conteúdo. Com o tempo poderá comprar e revender seus créditos inclusive entre os usuários.”

E continuou: “As pessoas vão sempre assistir pornô, é um mercado que bomba e só vai crescer enquanto o modelo atual de publicidade está totalmente defasado.”

E se engana quem acha o negócio utópico. Já existem gigantes do pornô interessados no negócio em conversas com a Vice Industry Token, como os sites Pornhub e XHamster. Por enquanto, Duncan vem testando em uma parceria com o site gay Playmen: “Eventualmente todos os sites poderão ter a tecnologia, mas me pareceu interessante começar testando com o público gay.”

A Vice Industry Token teve uma decisão corajosa ao anunciar que vai investir no mercado pornográfico. É sempre um risco e costuma espantar investidores, mas o tempo dirá se eles estão certos ou não.


Veja também:



Deixe um comentário