Um novo estudo publicado pelo Journal of Personality and Social Psychology revelou que sentir o cheiro de homem pode reduzir o stress de uma outra pessoa.

A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade da Colúmbia Britânica. Pesquisadores recrutaram 100 casais héterossexuais. Os homens receberam uma camiseta limpa para usar por 24 horas e foram instruídos a não usar qualquer desodorante ou produtos que perfumem o corpo.

Assim que as 24 horas temrinaram, as participantes do sexo feminino receberam aleatoriamente uma das camisetas para cheirar. Sem que elas soubessem, as peças poderiam ter sido usadas pelo parceiro, por algum estranho ou estarem simplesmente limpas.


Veja também:


Antes e depois de cheirar as camisetas, as mulheres passaram por testes de stress com eletrodos. O resultado foi que as mulheres que cheiravam a camiseta de seus parceiros, sentiam-se menos estressadas. Além disso, algumas foram capazes de identificar se a camiseta pertencia ao seu cônjuge ou não.

“Muitas pessoas usam a camisa do parceiro ou dorme ao lado na cama junto enquanto o parceiro está ausente, mas nem percebe esses comportamentos”, disse o autor do estudo, um estudante de graduação no departamento de psicologia da UBC, Marlise Hofer.

“Nossas descobertas sugerem que o cheiro de um parceiro, mesmo sem sua presença física, pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar a reduzir o stress”., concluiu ele.

Frances Chen, professor assistente na UBC e também um dos autores do estudo afirmou: “Nossa pesquisa sugere que algo tão simples como uma peça de roupa de um ente querido pode ajudar a diminuir seus níveis de stress quando você está longe de casa”.


Veja também:

Criador do Põe Na Roda e autor do livro "Um Livro Para Ser Entendido", obra que desmistifica questões do mundo gay para todos os públicos.

Deixe um comentário

Sentir o “cheiro do parceiro” alivia o stress, revela estudo