Senador russo diz que “ser contra crueldade com animais ainda vai nos levar a achar homossexualidade normal”

0
15
Publicidade

O conservadorismo – pra não dizer escrotidão – da Rússia não cansa de nos surpreender, não é mesmo?

Membro do Partido Comunista da Rússia, o senador Sergei Kalashnikov, afirmou no último dia 26 de Dezembro que medidas progressistas e libertárias como o apoio contra crueldade com animais, “ainda vai levar as pessoas a acharem homossexualidade normal”. Ué… E não deveria ser assim?

Sergei Kalashnikov, senador russo, homofóbico e contra punição de crueldade contra animais
(continua abaixo)


Vídeo novo:



Em seu discurso, Kalashnikov criticou o que chamou de “onda politicamente correta”, o avanço nos direitos das minorias especialmente as sexuais, dentre outras, enquanto o parlamento do país discutia um projeto que deve endurecer leis contra crueldade com animais: “Não estamos passando apenas uma lei a favor de animais e que não vai funcionar na prática, mas do jeito que a coisa anda, daqui a pouco estaremos também defendendo os direitos das minorias sexuais.”

Deus te ouça, Kalashnikov, Deus te ouça!

E quando a gente acha que a emenda não pode ficar pior que o soneto, em resposta aos comentários, o vice-presidente do Comitê Agrário do país, Stepan Zhiryakov, tentou defender os animais dizendo que “cães não devem ser equiparados às minorias sexuais”, colocando homossexuais como “uma espécie inferior aos animais”.

Esta é a segunda vez desde o ano passado que o parlamento russo tenta aprovar um projeto de lei do presidente do Duma, Vuacheslav Volodin, que visa proibir a crueldade contra animais nos treinamentos dos cães de raça. O projeto tem o apoio do presidente russo – e homofóbico assumido – Vladmir Putin.

Vale lembrar que a Rússia é um dos piores países do mundo para homossexuais. Não há qualquer direito para LGBTs e ainda por cima há leis como a “anti-propaganda gay” que pune qualquer pessoa – inclusive hétero – que declare publicamente qualquer tipo de apoio aos direitos LGBT ou relações homoafetivas.


Veja também:

Deixe um comentário