Pais desmentem filho que disse que analgésico o tornou gay: “Ele sempre curtiu homens!”

0
69

Dois dias atrás noticiamos que Scott Purdy, um homem britânico de 23 anos, afirmava veementemente que o uso de um analgésico o tornou homossexual.

Pois bem. Agora seu pai, Nigel Purdy, de 57 anos, foi a imprensa desmentir a história absurda do filho e contar o que todos já sabíamos: ele sempre foi gay.

A história bizarra de Scott tomou conta dos noticiários e tablóides britânicos na última semana e fez até o laboratório responsável pela fabricação do medicamento, o Pfizer, se manifestar se defendendo da acusação sem fundamento.


Vídeo novo:



Scott em programa de TV britânico alegando que se tornou gay por tomar analgésico.

Em entrevista ao telejornal britânico This Morning, o pai do garoto disse: “Eu e minha esposa conhecemos nosso filho. Até achávamos que ele fosse bissexual, mas essa história inventada agora beira o absurdo. Ele sempre foi gay e desde novo eu já percebia isso!”, revelou o pai.

Tanto o pai quanto a mãe de Scott afirmam que ele sempre foi gay.

Comentários: