Não existem pessoas 100% heterossexuais, diz estudo

0
1308

Um estudo realizado por uma equope da Universidade Cornell e publicado pelo Journal of Personality and Social Psychology nos Estados Unidos, revelou que a heterossexualidade pura não existe.

Segundo a pesquisa, orientação sexual não se define de maneira tão binária e simples como gostamos de acreditar, em duas opções imutáveis “gay” ou “hétero”. A sexualidade humana seria na realidade muito mais fluida do que temos coragem de assumir para a sociedade.

Um dos cientistas envolvidos no estudo, Ritch Savin-Williams, contou que o método usado para se chegar ao resultado foi o monitoramento da dilatação dos olhos dos candidatos pesquisados: “Você não pode controlar a dilatação do olho, é algo imediato e instintivo. Essencialmente, dá pra saber se alguém se atrai por uma pessoa medindo este fator sem precisar ser invasivo colocando sensores em órgãos genitais”.

(continua abaixo)

Vídeo novo:




(continua abaixo)

Vídeo novo:




(continua…)


Veja também:


Desta maneira, a equipe de cientistas mediu a reação de homens e mulheres gays e héteros enquanto eles viam imagens pornográficas de sexo gay ou hétero:  “Mostramos aos homens héteros fotos de mulheres se masturbando e eles responderam da maneira esperada. Mas ao mostrar imagens de homens se masturbando, a pupila deles também mostrou dilatação, ainda que menos do que com as mulheres, mas ainda assim demonstrando algum grau de interesse que variava entre eles”, contou Savin Williams que conduziu o experimento.

Como em 50 tons de cinza, a sexualidade humana não seria branca ou preta, mas sim, viria em diferentes graus de atração: “Desta maneira, podemos concluir que não há 100% hétero ou 100% gay. Existem aspectos da sexualidade humana que variam em uma escala de indivíduo para indivíduo. Os homens recebem muita porcaria culturalmente. É esperado que a maioria negue que teria atração sexual por algum cara, eles nunca assumiriam isso. Mas o experimento não mente.”


Veja também:



Comentários: