‘Me Chame Pelo Seu Nome’ é banido na China por conteúdo gay

0
57

A China é conhecida por sua alta censura com todo e qualquer conteúdo homossexual, violento e político, e os filmes norte-americanos passam por uma alta avaliação para estrear por lá. A vítima da vez é ‘Me Chame Pelo Seu Nome‘, vencedor do Oscar 2018 por Melhor Roteiro Adaptado.

O filme foi banido no país e foi retirado da programação do Festival de Pequim, pois foi reprovado pelo órgão de censura chinês. Segundo a Reuters, a justificativa é o conteúdo com temática gay.

A homossexualidade não é ilegal na China, porém ativistas afirmam que o conservadorismo em alguns setores da socidade levaram a uma ocasional repressão do governo. Em julho do ano passado, uma conferência LGBT foi cancelada na cidade de Chemgdu sob a justificativa de conflitos de agenda.


Vídeo novo:



A China já vem censurando conteúdo violento ou sexual em filmes, priorizando obras que valorizem o regime socialista. “É confuso porque não há uma política clara sobre este assunto.”, diz Xin Ying, diretor executivo do centro LGBT de Pequim. Ele acrescenta que as recentes medidas tomadas pela censura dificultam ainda mais as decisões da classe artística chinesa.

Vale lembrar que o filme ganhará uma sequência, que está sendo desenvolvida pelo diretor Luca Guadagino ao lado de André Aciman, autor do livro que deu origem ao filme. “Já estou concebendo a história junto com o André Aciman. Vai se passar cinco ou seis anos depois do original, quase nos anos 90. Vai ser um filme diferente, com um tom diferente. Vai ser ambientado na Costa Leste dos EUA, eles vão viajar. Ainda não começamos o roteiro, mas faremos isso muito em breve”. A continuação ainda não possui data de estreia.

A Sony Pictures ainda não se manifestou sobre o caso.


Veja também:

Comentários: