Finlandês é primeiro homem trans a dar à luz no país

0
94

O portal finlandês “Lannen Media” noticiou o primeiro homem trans a dar a luz na história da Finlândia. Sob a condição de manter sua identidade protegida, o homem deu a luz a uma criança e a notícia ganhou destaque na imprensa e redes sociais locais. Saudável, o bebê nasceu com 4 quilos e medindo 53 centímetros.


Veja também:

(continua abaixo)

Vídeo novo:




(continua abaixo)

Vídeo novo:





O pai é gay e casado com outro homem. Ele engravidou intencionalmente já que ambos sonhavam com um filho. Para facilitar o processo, sua terapia hormonal foi interrompida, uma vez que homens trans que passam por muitos anos aplicando hormônios masculinos, tendem a ter maior dificuldade de engravidar do que uma mulher cisgênero, senão até se tornarem estéreis ao longo dos anos.

O casal gay de homem cis e homem trans, durante a gravidez.

Mesmo em um país tolerante e avançado em relação aos direitos LGBT, é claro que a notícia gerou polêmica e dividiu opiniões. À imprensa, o pai declarou não se importar com quem o julga ou critica: “Eu não quero que a sociedade diga para mim o que posso fazer com o meu corpo e com a minha vida. Nada pode me parar, eu sou um homem livre”, disse ele que agora se encontra de licença para poder cuidar do filho.

Vale ressaltar que a notícia gerou muita polêmica por lá não somente pelo progenitor ser homem e dar a luz. Acontece que, ainda que seja um país bastante progressista e evoluído sobre a questão dos direitos LGBT, a Finlândia é alvo de críticas por entidades LGBT e de Direitos Humanos, uma vez que exige a cidadãos transgêneros que desejem alterar documentação e gênero, que sejam estéreis. No caso, o cidadão foi justamente contra esta lei e é por isso que exigiu ter a identidade mantida sob sigilo e a notícia rendeu tanta polêmica por lá.

Perguntado, ele acredita que a notícia pode ajudar a derrubar esta exigência da lei, que sinceramente, não faz muito sentido mesmo.


Veja também:

Comentários: