Evangélicos pedem que Disney faça filme sobre “cura” gay

0
37

Mais uma vez a Disney é alvo de protestos por grupos evangélicos anti-LGBT. Desta vez, o motivo da revolta conservadora vem por conta da série “Andi Mack“, que mostrou pela primeira vez na história dos estúdios, um romance gay.

Linda Harvey, colunista do portal de notícias evangélicas WorldNetDaily, chegou a pedir em um artigo compartilhado por muitos seguidores evangélicos, que a Disney faça um filme sobre a “cura” de pessoas homossexuais. Aham linda, senta lá.

Não bastasse o pedido absurdo, ela usou as denúncias de assédio sexual feitas contra o ator Kevin Spacey, para dizer que o abuso sexual é o que “transforma” crianças em homossexuais, isso é claro, segundo sua própria teoria e sem qualquer embasamento.

(continua abaixo)

Vídeo novo:




(continua abaixo)

Vídeo novo:




Seu texto vai além e afirma que “a inocência das crianças da América está ameaçada, acusando a Disney de estar querendo “normalizar o pecado” e incentivando a homossexualidade, que em seu vocabulário, ela chama de “um comportamento de alto risco”.

“Será que a Disney diz a verdade sobre a origem das atrações do mesmo sexo na juventude?”, questiona Linda. E então faz sua sugestão bizarra aos estúdios: “Sugerimos uma nova obra da Disney contando sobre o que acontece quando um menino é molestado por um homem adulto e depois passa a ter desejos pelo mesmo sexo – sentimentos que eram ausentes antes do abuso.
Bem, até então a Disney não respondeu ao apelo e não se sabe de qualquer plano dos estúdios em retratar a tal da “cura gay” em suas obras. Pelo contrário, depois do personagem Lefou em “A Bela e a Fera” e Cyrus na série “Andi Mack” do Disney Channel, agora ainda vem Beyoncé no remake de “O Rei Leão” pra agradar as bee em cheio! É melhor esperar sentada o seu filme, Linda…

 

Veja também:

Comentários: