Dos 17 novos ministros da Espanha, 11 são mulheres e 2 são gays

0
832

A Espanha conseguiu formar em seu novo governo o que já vem sendo chamado pela imprensa, de uma das equipes de governo mais inclusivas – sem deixar de ser profissional e competente, vale lembrar – do mundo atual, competindo com países como o Canadá no quesito diversidade.

Após a divulgação da equipe que o acompanhará durante a sua gestão, o líder espanhol, Pedro Sanchez, afirmou que “O novo governo da Espanha é o reflexo de uma sociedade melhor. Um governo progressista, moderno e pró-europeu, preparado para enfrentar os desafios do século XXI”.

O líder espanhol Pedro Sanchez.

Pra se ter uma ideia na prática, o governo espanhol conta com 17 ministérios. Além da nomeação de 11 mulheres comandando 11, ou seja, a grande maioria destes, chamou a atenção a liderança dos Ministérios do Interior e da Cultura e Esporte, que serão chefiados por 2 cidadãos abertamente gays e defensores dos Direitos LGBT, Fernando Grande, que atuava como juiz da Audiência Nacional, e Maxim Huerta, que é jornalista e escritor.

(continua abaixo)

Vídeo novo:



(continua abaixo)


Veja também:


Confira o quadro de toda equipe de ministros espanhóis:

Ta aí um belo exemplo de governo em sintonia com o mundo atual e o futuro, uma realidade infelizmente bem distante do Brasil atual.

Em um tweet, a deputada Carla Antonelli comentou emocionada, o novo quadro de ministros que comandará as mais diversas áreas do país:

Veja abaixo a relação completa de quem são as 17 pessoas que acompanharão o presidente Pedro Sánchez em seu governo:

  1. Ministro do Interior: Fernando Grande-Marlaska , juiz, 55 anos
  2. Ministro dos Negócios Estrangeiros, União Europeia e Cooperação: Josep Borrell , engenheiro aeronáutico, 71 anos
  3. Ministro da Economia e Negócios: Nadia Calviño , economista, 49 anos
  4. Ministro da Justiça: Dolores Delgado , promotor, 55 anos
  5. Ministro da Defesa: Margarita Robles, juiz, 61 anos
  6. Ministro das Finanças: María Jesús Montero, Bacharel em Medicina, 52 anos
  7. Ministro do Desenvolvimento: José Luis Ábalos , professor do ensino fundamental, 58 anos
  8. Ministra da Educação, Formação Profissional e porta-voz do governo: Isabel Celaá , licenciada em Inglês Filologia, Filosofia e Direito, 69 anos
  9. Ministro da Ciência, Inovação e Universidades: Pedro Duque , astronauta, 55 anos
  10. Ministro da Cultura e Desportos: Màxim Huerta , escritor, 47 anos
  11. Ministro da Política Territorial e Função Pública: Meritxell Batet , Professor de Direito Constitucional, 45 anos
  12. Ministro do Trabalho, Migração e Segurança Social: Magdalena Valerio,licenciada em Direito, 58 anos
  13. Ministro da Indústria, Comércio e Turismo: Reyes Maroto , economista, 44 anos
  14. Ministro da Agricultura, Pescas e Alimentação: Luis Planas, licenciado em Direito, 65 anos
  15. Ministro da Transição Ecológica: Teresa Ribera , graduada em direito, 49 anos
  16. Ministro da Saúde, Consumo e Previdência Social: Carmen Montón , Bacharel em Medicina, 42 anos
  17. Vice-Presidente e Ministro da Presidência, Relações com os Tribunais e Igualdade: Carmen Calvo, Professora de Direito Constitucional, 60 anos.

Pedro Sanchez também afirmou que a equipe que trabalhará com ele é “uma verdadeira reflexão” do movimento feminista que surgiu na Espanha em 8 de março deste ano. Para o presidente, esse evento marcou ” um antes e depois ” na sociedade espanhola. Ele também enfatizou que ” está comprometido com a igualdade “.

Comentários: