Atividade cerebral de pessoas trans é de acordo com identidade e não biologia, comprova estudo

0
882

Julie Bakker, uma neurologista da Universidade de Liege, descobriu novas informações sobre o cérebro de pessoas transgênero.

De acordo com o resultado da pesquisa, publicado pelo jornal britânico The Telegraph, a atividade cerebral de uma pessoa trans corresponde exatamente à identidade de gênero e não ao sexo biológico ou gênero atribuído no nascimento.

Realizando ressonâncias magnéticas em 160 crianças e adolescentes que sofrem de disforia de gênero – nome clínico da transexualidade – Bakker concluiu que a atividade cerebral de meninos transgêneros se assemelha muito mais a cérebros de meninos cisgêneros, enquanto cérebros de meninas trans se comportam de maneira parecida a cérebros de meninas cis.

(continua abaixo)

Vídeo novo:



Ainda que não seja conclusivo e se necessite de mais pesquisas, como Bakker mesmo ressaltou, o estudo é um avanço científico sobre um tema que se evitou ser estudado a fundo por muitos anos por puro preconceito e moralismo, até da sociedade médica, que rechaçava qualquer tentativa de cientista que fosse estudar o assunto antigamente.

“Agora temos evidências científicas da diferenciação sexual cerebral, mostrando características funcionais do cérebro que são típicas do gênero desejado”, disse Bakker ao divulgar os resultados.

(continua abaixo)



Veja também:



E concluiu com uma boa notícia: “Acredito que com a comprovação, estaremos cada vez mais estudados e preparados para apoiar estes jovens, em vez de apenas enviá-los a um psiquiatra esperando que a aflição e angústia que costumam passar até se entenderem no gênero de acordo com a identidade, desapareçam.”

É importante ressaltar que este pode ser um grande passo, uma vez que muito dos preconceitos relativos a diversidade, sexualidade e gênero, vem da religião. E convenhamos, foi através da ciência que a gente descobriu a cura de inúmeras doenças, como funciona a natureza e o nosso corpo, e até que a terra não é plana e gira em torno do sol, não é mesmo? Fosse depender da religião, era treva até hoje…

Comentários: